Voltar para o início


 

Outubro rosa é mês de conscientização, mas governo corta verbas da prevenção ao câncer

O Outubro Rosa é um mês voltado para a conscientização sobre a prevenção e o tratamento do câncer de mama. No entanto, o governo de Bolsonaro (PL) anuncia cortes de recursos para 2023 em áreas essências, como na saúde, que impactarão diretamente nos programas relacionados ao câncer. No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer […]

quinta-feira 13 outubro 2022 às 13:25

O Outubro Rosa é um mês voltado para a conscientização sobre a prevenção e o tratamento do câncer de mama. No entanto, o governo de Bolsonaro (PL) anuncia cortes de recursos para 2023 em áreas essências, como na saúde, que impactarão diretamente nos programas relacionados ao câncer. No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o mais incidente entre as mulheres em todas as regiões do país.

Como forma de garantir os R$ 19,4 bilhões do “Orçamento Secreto” para os parlamentarem gastarem da forma que quiserem e sem qualquer transparência, os recursos destinados ao tratamento e combate ao câncer cairão de 175 milhões para 97 milhões, representado um corte de 45%. O corte afetará a distribuição de remédios, a manutenção, aquisição de equipamentos, reforma de ambulatórios e centros de referência de alta complexidade em oncologia. Além disso, menos recursos para laboratórios impactará diretamente no diagnóstico precoce da doença.

Sabemos que no Brasil, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres de todas as regiões, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste. Para o ano de 2022 foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres (INCA, 2019a). E ao invés de mais investimentos, que é mínimo que o governo deveria fazer para salvar vidas, corta recursos da área.

A finalidade da Campanha do Outubro Rosa é justamente levar conscientização a todas as mulheres a fim da detecção precoce, para que tão logo se perceba os sinais, a mulher procure o tratamento. O câncer é uma doença causada pela multiplicação anormal das células da mama, que forma um tumor maligno. Se descoberto no início, tem cura. Ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Assim, com o diagnóstico precoce há mais chances da mulher ser curada, evitando a evolução do câncer de mama que pode levar à morte.
É importante destacar que o autoexame não substitui a consulta. Por isso, as mulheres devem ir periodicamente ao médico.

Política de morte às mulheres

As mulheres estão sendo massacradas, de todas as formas, por esse governo, seja com o aumento da violência estimulada ódio às mulheres destilado pelo presidente e seus comparsas que estão do poder, como também pela falta de políticas públicas e ainda mais os cortes de verbas na saúde. Diante da situação preocupante quanto ao futuro das mulheres e de todos os brasileiros, precisamos dar um basta nesse governo genocida de Bolsonaro. O segundo turno das eleições estão aí e precisamos fazer a escolha melhor diante da nossa realidade, que é retirar do poder Bolsonaro e sua turma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




R. Areolino de Abreu, 1673 - Centro-Norte, - Teresina - PI
CEP 64000-180 Fones/Fax (86) 3221 1645 / 3221 0273