Voltar para o início


 

PEC: 32 Lira admite dificuldade em votar Reforma Administrativa, depois de mais uma semana de atos em Brasília

Mobilizações em Brasília contra a PEC 32 ajudam na mobilização contra a Reforma e segue até que ela seja arquivada

segunda-feira 22 novembro 2021 às 9:49

A nona semana de mobilizações em Brasília contra a Reforma Administrativa terminou com as declarações do presidente da Câmara, Arthur Lira, admitindo pela primeira vez que não enxerga condições favoráveis para pautar a proposta no Plenário ainda este ano.


Mesmo com a afirmação de Lira, a briga não está ganha, já que ele, o principal defensor da reforma no congresso não foi taxativo de que não levará a PEC-32 a voto. O discurso do presidente da Câmara até começa assim, porém termina mencionando que a proposta está pronta para ser apreciada no Plenário. “Nós temos quatro semanas pela frente. Temos matérias importantes ainda para votar. Na reforma Administrativa, nós cumprimos o que falamos, não mexemos em nenhum direito adquirido, não mexemos no sistema de aposentadoria. Com a pouca mobilização de quem quer a PEC e com o pálido apoio do governo, a gente não tem como trazer uma matéria dessa à pauta. Ela está pronta para o plenário a qualquer momento”, disse a jornalistas, na quinta-feira (18), após reunião com líderes partidários que tratou da pauta da semana seguinte.

Também não é recomendado esquecer que tal declaração, talvez não casualmente, ocorre uma semana após o presidente Jair Bolsonaro, em sua live semanal, e o ministro Paulo Guedes (Economia), em um evento organizado por banqueiros, voltarem a defender aprovar a ‘reforma’ em 2021. Manifestações também marcadas pelo reconhecimento explícito de que o governo barganha com empresários a troca de uma isenção fiscal de R$ 16 bilhões nas folhas de pagamento, em dois anos, por apoio à PEC-32 e à PEC dos Precatórios, batizada pelos trabalhadores de ‘PEC do Calote’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Rua Magalhães Filho 573, Centro Sul - Teresina - PI
CEP 64001-350 Fones/Fax (86) 3221 1645 / 3221 0273