Voltar para o início


 

Rodadas de Assembleias Setoriais finalizam com indicativo de adesão ao movimento grevista de 18M

A rodada de Assembleias Setoriais convocadas pelo Sintrajufe Piauí a fim mobilizar a categoria para o movimento grevista em defesa do serviço público – 18 de março, foi finalizada no Tribunal Regional Eleitoral, nessa quinta-feira (12). Agora, os servidores da Justiça Eleitoral se juntarão aos servidores da Justiça do Trabalho e Federal, que já haviam […]

sexta-feira 13 março 2020 às 11:20

A rodada de Assembleias Setoriais convocadas pelo Sintrajufe Piauí a fim mobilizar a categoria para o movimento grevista em defesa do serviço público – 18 de março, foi finalizada no Tribunal Regional Eleitoral, nessa quinta-feira (12). Agora, os servidores da Justiça Eleitoral se juntarão aos servidores da Justiça do Trabalho e Federal, que já haviam aprovam o indicativo de paralisação, na última semana.  

Durante a Setorial no TRE, a Diretora de Administração e Finanças, Zeneide Nascimento, apresentou os informes da Reunião Ampliada da Fenajufe (7), frisando o poder destrutivo das PEC’s e da reforma da administrativa.

Servidores do TRE deliberam adesão à Greve Geral, no dia 18 de março

“A PEC 186, reduz salários e a jornada, proibi promoções e progressões na carreira, além de outras medidas que prejudicam sobremaneira o funcionalismo. A PEC 187, promove o fim da estabilidade e o aumento do estado probatório. No texto da PEC 188 está posto a diminuição dos repasses na saúde e educação. Todas essas medidas, sem dúvidas, irão prejudicar a população brasileira. O indicativo nacional é se esforçar ao máximo para construir uma grande manifestação. É urgente. Precisamos lutar e defender nossos direitos”, destacou.

A Greve Geral no dia 18 de março foi um encaminhamento das Centrais Nacionais, envolvendo não apenas os servidores públicos, mas também as categorias da educação, movimentos de mulheres, estudantil e trabalhadores do setor privado. Nas palavras da Diretora de Assuntos Jurídicos, Madalena Nunes, os servidores não podem poupar esforços nessa luta.

“Não temos condição de ficar trabalhando enquanto nosso próprio trabalho e nossas vidas estão sendo ameaçadas. Precisamos sair com essa posição: participar em peso da luta do dia 18. Vamos dar um basta a todas essas maldades e, só poderemos assim fazer, com uma forte mobilização e a adesão do Judiciário piauiense ao movimento”, pontuou.

Diante da conjuntura de desmantelamento em curso no funcionalismo, a única solução é a ação, como destacou o Diretor de Formação Política e Sindical, Pedro Laurentino. “O governo pretende atingir a espinha dorsal do serviço público: a lei 8102. São muitos ataques, dentre eles a estabilidade somente após 10 anos e a possibilidade de ter servidores via CLT, sem passar por concurso público. Precisamos pensar na situação atual e olhar para as gerações futuras. Ação é a única forma de pressionar os parlamentares e o governo contra todos os retrocessos. É ir às ruas e parar o Brasil no dia 18”, disse.

Ao final da Assembleia, os servidores do TRE aprovaram o indicativo de greve para o dia 18 de março. Para a deliberação da Greve na categoria, a diretoria conclamou os presentes para a Assembleia Geral, na segunda-feira (16), na Escola Judicial do TRT 22º Região, às 10h.

 

TRT 

         No TRT, servidores aprovam participação no movimento

Respondendo ao chamado do Sintrajufe Piauí, os servidores do Tribunal Regional do Trabalho também aprovaram, na última sexta-feira (6), à adesão ao movimento grevista nacional do dia 18 de março.

Na Assembleia Setorial, esteve em debate a conjuntura de ataques e foi destacada a urgência de lutar pelos direitos e em defesa do serviço público. A categoria solicitou a disponibilização de um ônibus para levar os servidores para a manifestação. Os detalhes da greve serão discutidos na Assembleia Geral (16).

 

JF

 

Na Setorial da JF, os servidores afirmam que irão parar no dia 18

Os servidores da Justiça Federal foram os primeiros a se reuniram para discutir a participação na Greve em defesa do serviço público (18/03). Os presentes apontaram a necessidade de construir um trabalho intenso de mobilização para levar os colegas ao movimento.

Durante a reunião, que aconteceu no dia 04, também estiveram em pauta as manifestações do dia Internacional da Mulher, no dia 8/03, e participação nos atos por justiça ao assassinato de Marielle Franco (14).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Rua Magalhães Filho 573, Centro Sul - Teresina - PI
CEP 64001-350 Fones/Fax (86) 3221 1645 / 3221 0273